4 de outubro de 2009

Voltamos...

Olá! Caros Alencares Alienígenas Alienados Aliciados, aqui estou eu novamente para escrever durante minha looooooonga ausência. Que como ninguém além do povo que eu converso que comenta, esqueci mesmo de avisar que eu voltei a estar sem Internet graças ao meu primo, além de estar estudando feito um louco (mais do que sou) para um concurso publico. Torçam para que eu passe!!!

E pelas postagens, perdão também porque alguém que escreve aqui também anda me dando bronca que “blá, blá, blá... pode escrever que eu posto... e blá, blá, blá... Wischas Sache”, mas andei mesmo sem inspiração. Até porque eu queria falar mais sobre vídeos e dicas na Internet, mas sem Internet... Complica muito, não acham?!

Mas vamos ao que interessa que são as minhas idéias malucas e mundos insanos. Já não posso dizer muita coisa sobre videogames, até porque parei no jogo da memória do Master System II que é o Alex Kid. E atualmente pra você ver o filme e você tem que jogar o jogo automaticamente, principalmente pra quem é nerd. E pra quem ainda não sabe, eu sou bem nostálgico e antiquado, sou o clássico nerd que em papel impresso ainda. Eu leio e-books, para o choque de vocês, e não sei formatar um computador.

Apesar de tudo sou um TVmaniaco... Raramente eu me entedio em frente a TV. E não me acho tããão alienado assim. Gosto mesmo de filmes antigos e icônicos, vendo João Cláudio dos Andamies (Jean-Claude Vandaime) repetindo aquela voadora ou mesmo comédias da sessão da tarde que eu ainda rio que nem um maluco (novidade...) Só perdi mesmo à vontade de assistir programas de auditórios, só assisto mesmo quando estou com os sogrões e com a Sra. Ikarus, a única exceção que confirma a regra é o CQC e o eterno programa do Silvio Santos (Nota mental: não ver mais “roda-a-roda” com a Sra. Ikarus... Tomei um critico dos nove inferno que criou mais um trauma em mim).

Mas a questão é mesmo que vendo os desenhos atuais e comparando os da minha época, realmente não tem muuuuuita diferença. Eu fui um ávido leitor de turma da mônica até meus treze anos, isso lendo junto as revista de Sebo dos X-Men, Batman, a Dragão Brasil... Tuydo bem, que isso me tornou o que eu sou... Se bem que olhando pra mim hoje e pensando bem... que azar eu não ser um funkeiro-acelafo... Ignorancia é uma benção...

Assistindo a TV nos horários que o meu filhote chega da escola chego a ver Bem 10 (que não é de todo mal), Star Wars: a Guerra dos Clones, Kamen Rider: o Cavaleiro Dragão, Power Ranger, dentre outros... O que não é muito diferente de mim, que até melhor se você ver por roteiro. Herculoides, Família Chan, Tutubarão, Scooby-Dooos Impossíveis, Coelho Ricochete, Tartaruga Touché, dentre outras coisas jurássicas que eu assistia...

Acho meio complicado a pessoa que diz que nunca cantou músicas da Xuxa (ou Xuxosa como diz o Diogo), até porque seria o mesmo de você dizer que não cantou “Atirei o pau-no-gato” no Jardim de Infância... e olha que eu nem me lembro do Jardim de Infância... Se é que eu tive infância... mas deixa pra lá!

Não adianta culpar essa geração, é a mesma coisa daquele tio mala, que fala que Nacional Kid é o cara (um cara vestido de alumínio e voa em cima de uma mesa) ou mesmo os Ultramen... Que são mais bizarros ainda...

E bem, voltamos... espero!!!






Demiris Ikarus
(Que vê um bom roteiro em Ben 10,
e agradece por ser insano)

2 comentários:

  1. Quanto a desenhos eu sempre falo: Na nossa época também tinha as coisas trash. Hoje é Backyardigans na nossa época era Ursinhos Carinhosos. Isso de que na minha época era melhor é papo de Tiozão.

    ResponderExcluir
  2. Que mané trauma nada! :p rs

    ResponderExcluir